Pular para o conteúdo

Tabela Fipe: Como consultar a tabela FIPE? Passo a passo

Para quem pensa em vender ou comprar um veículo usado ou seminovo, a melhor opção com toda certeza é consultar a tabela fipe.

Esta tabela irá de proporcionar valores médios para compra e venda e ajudará quem não sabe quanto cobrar pela venda de seu carro usado, por exemplo.

Mas, o que acontece é que muitas pessoas a deixam de utilizá-la por considerá-la difícil de mexer ou até mesmo algo que é completamente dispensável.

Assim, hoje explicaremos um passo a passo de como usá-la e a sua importância de consulta antes de uma venda ou compra de qualquer tipo de veículo.

Como consultar a tabela fipe Passo a passo

Entendendo a tabela FIPE

Para você entender a importância de usar a tabela FIPE na hora da compra ou venda de um veículo usado ou seminovo, antes é preciso saber um pouco mais sobre ela.

Esta tabela é muito ampla e serve para você consultar valores de todos os tipos de veículos automotores, seja carro, moto ou caminhão.

O nome FIPE é a abreviação para Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, que é o órgão sem fins lucrativos responsável por desenvolver e pesquisar indicadores para a economia brasileira.

Por este motivo, a tabela FIPE é apenas uma das responsabilidades deste instituto, com uma abrangência que cobre toda a economia nacional.

Os critérios utilizados para atualizar a tabela são coletados através de sites, revistas e outros portais especializados em revenda e compra de veículos.

Também, é preciso saber antes de comprar ou vender um veículo usado ou seminovo, que os valores da tabela servem apenas para veículos originais de fábrica.

Deste modo, caso você for comprar um veículo muito antigo, é bom fazer uma vistoria para averiguar quais alterações o mesmo já sofreu.

Você não precisa seguir a riscas os valores da tabela, ainda mais se seu veículo for muito antigo, mas você pode usá-la para se basear e não ficar completamente perdido no momento da negociação.

Como consultar a tabela FIPE? Passo a passo

Para consultar a tabela FIPE é muito simples, uma vez que esta conta com um site oficial mantido pelo governo.

Para acessá-la e ter acesso aos valores basta entrar no site, sendo este leve e muito fácil de se navegar.

Já no site basta ir na opção “Índices e Indicadores” e descer um pouco a página até encontrar a opção “Preço Médio de Veículo”.

Clicando nesta opção, a área de consulta já irá aparecer bastando você selecionar que tipo de veículo você deseja consultar o preço, seja carros e utilitários pequenos, moto ou caminhões e micro-ônibus.

Após selecionado o veículo que você deseja saber o valor, será necessário informar a marca, modelo e ano do mesmo para concretizar a busca.

Informado os dados, o sistema irá informar o valor médio do veículo, assim como também a data da pesquisa e o código de autenticação da tabela.

Tudo é muito simples e o mecanismo de busca da tabela FIPE é bem didático sempre te informando os passos que você deve seguir.

Outra utilidade dos valores fornecidos pela tabela é para determinar o valor a ser pago pela indenização do seu seguro automotor.

As seguradoras no geral se baseiam na tabela para determinar os valores de indenização e furto, assim sabendo o valor da tabela é possível ter uma noção deste valor.

Porém é importante sempre fechar um valor acima ao da tabela com a sua seguradora, uma vez que veículos tendem a desvalorizar com o tempo, o recomendado é fechar sempre acima de 100% o valor de tabela.

Utilize sempre a tabela FIPE

Sabendo usar a tabela em um momento de negociação de compra ou venda de um veículo usado ou seminovo, você não será mais passado para traz pois saberá aonde consultar valores com segurança.

A tabela é uma forma de prestação de serviço à sociedade, uma vez que serve para nortear transações comerciais e fazer com que estas seja o mais justa possível.

E agora que você já aprendeu como utilizar a tabela não há mais motivos para dúvidas ou pânico no momento de uma transação de venda ou compra.

Ainda algo tão simples como a tabela, esta deve ser sempre consultada, sem a desculpa de ser algo complexo ou difícil de entender.

Deixe uma resposta