Vale a pena desenvolver seu próprio sistema de reservas online?

Várias empresas do ramo do turismo desperdiçam tempo e dinheiro fazendo os seus sistemas únicos para reservas. Você irá conferir nesse artigo se esse método ainda vale a pena hoje em dia.

Se você falar com empresários do ramo, saberá que, para desenvolver o seu próprio sistema de reservas, você irá desembolsar no mínimo R$10.000,00. Por isso, trouxemos esse texto algumas maneiras de solucionar os problemas de desenvolver o seu próprio sistema.

Economia da escala

Quando cada agências de turismo decide investir do próprio orçamento para desenvolver o sistema para reservas ela está fazendo um investimento menos eficaz.

Pense que 10 agência invistam R$ 10 mil reais para o desenvolvimento de um sistema personalizada. Por mais que essas empresas acreditem que possuem necessidades muito específicas, em grande parte dos casos, essa solução é normalmente a mesma. Isso quer dizer que serão R$ 100 mil reais aplicados em 10 sistemas praticamente iguais.

Agora vamos pensar que a empresa concentre todo esse investimento para o desenvolvimento em uma solução que consiga ser utilizada por todas essas empresas. Você conseguirá fazer duas coisas: desenvolver essa mesma coisa por um preço muito menor ou desenvolver algo bem mais dinâmico e bonito pelo mesmo valor investido no total (os R$ 100 mil).

Evolução constante

Quando o cliente paga para construir uma solução mais customizada, ele está contratando um tipo de solução específica, com os recursos limitados, mais especificados no briefing que você faz ao prestador e no contrato de prestação de serviços.

Depois que os trabalhos forem entregues você não irá poder solicitar as modificações e as melhorias sem implicar em um custo adicional.

Caso o cliente já tenha desenvolvimento o software antes sabe que qualquer modificação que ele deseja realizar, por mais simples que possa parecer, irá acabar influenciando no prazo da entrega e no custo.

Além disso, mesmo que o escopo seja bem feito, é bem provável que daqui a uns 12 meses o cliente irá querer fazer alguns avanços. Você consegue ter uma boa ideia sobre como pode apresentar os seus serviços ou simplesmente por causa do lançamento de uma tecnologia mais.

Por exemplo, por vários anos, os desenvolvedores fizeram os sites com o foco no acesso através do computador. Desde a proliferação dos celulares com banda larga móvel e de smartphones isso não faz nenhum sentido.

O padrão atual é de desenvolver com uma prioridade para esses dispositivos móveis pois uma boa parte dos acessos à internet é realizada  no celular.

Nos próximos anos, algumas tecnologias como as interações por comandos de voz vão se tornar cada vez mais usadas.

Hospedagem, monitoramento e manutenção

Todo sistema precisa estar hospedado em algum lugar e ser monitorado para verificar sua estabilidade. Quando você contrata uma empresa de desenvolvimento para fazer uma solução customizada, terá também que pagar um serviço de hospedagem para colocar e manter o sistema no ar.

Além disso, é necessário monitorar e ter conhecimento se esse sistema está produzindo adequadamente. Nos dias de hoje, quase todos os softwares utilizam sistemas externos que são atualizados em tempos em tempos.

Você tem que realizar de maneira constante a atualização dos sistemas para poder garantir que tudo ainda fique funcionando. Isso quer dizer que um investimento por mês que não vem incluído nos custos do desenvolvimento.

Quando vasculhamos toda a internet atrás dos potenciais consumidores frequentemente achamos sites que pararam de funcionar. Isso pode ser um certificado da transação segura que veio a expirar, um limite de espaço em disco que foi passado, entre diversos outros fatores.

Tempo para o desenvolvimento

Todos os projetos de software acabam levando um tempo para serem desenvolvidos. Por mais expert que seja o profissional que você solicitou para resolver a sua solução personalizada, ela vai necessitar de muitas semanas ou até alguns meses para poder entregar esse sistema. O mais comum é que sejam muitos meses.

Testes e o lançamento

Todos os softwares precisam ser testados antes de serem lançados. São vários casos de clientes que investem nesses softwares e, quando vão para a prática. Inúmeros problemas aparecem. O site pode não carregar corretamente no telefone, pode ter links quebrados, entre diversos outros defeitos.

Muito além das vendas online

Quando você cogita em ter a iniciativa de vender online, é bastante comum também que você pense que as vendas pela internet são separadas das outras vendas.

Se você pensar nisso, você está muito equivocado. Os seus consumidores vão continuar adquirindo produtos pelos canais mais tradicionais, como o telefone, por exemplo.

Você não dever correr um risco de vender através da internet mais do que você consegue atender. Você deve integrar todos os canais de vendas e controlar toda a sua agenda num só lugar.

Essas problemáticas podem ser resolvida com o uso de um sistema já pronto para isso, como foi abordado no texto. Para o mercado nacional, possuímos algumas, como a EZ Travel, pro exemplo.

Se você utiliza EZ Travel, a implantação do sistema é imediata. Como o sistema já é bem desenvolvido, basta que você cadastra a sua empresa e os seus serviços que você pretende vender. 

Ou seja, vale muito mais a pena utilizar um sistema como esse, pela praticidade e pela falta de risco.